domingo, 31 de maio de 2015

Pizza de massa fina e estaladiça

Encontrei uma receita de massa para pizza daquele robot famoso e dizia que fica meeesmooo como a massa da pizza-hut, alta e fofa e eu decidi experimentar, porque até gostamos dessa marca casa.

Bem mas não tinha fermento fresco para pão recomendado, penso que foi por isso ....a massa ficou boa, mas igual á tal?! .... só se for igual á baixa e estaladiça :-) mas como diz o meu menino, a tua é sempre melhor que a da pizzaria, porque leva ingredientes bons :-) (já está a interiorizar alguma coisa)

As massas feitas nestes robots tem uma particularidade é que ficam sempre excelentes em cru, deliciosas para moldar, esticar e afins, ficam mesmo muito boas, não se pegam á mão, não partem quando as esticamos com o rolo e esta nem leva muita gordura.... enfim, para mim este robot  só pelas massas vale a pena.

Para a massa
200gr de água 
2 colheres de sopa de azeite
3 colheres de sopa de leite em pó
1 colher de açúcar
20 gr de fermento de padeiro(usei um pacotinho de fermento seco para pão)
1 colher de chá de sal
400gr de farinha (usei sem fermento porque não referia isso)

Para o molho
1 cebola média
1 cenoura média
2 dentes de alho
1 tomate médio
Azeite, oregãos e manjericão q.b.

Para a massa meter no copo da máquina todos os ingredientes indicados,excepto a farinha e o sal.
Programar 1 min. vel 3 temp.37
Juntar então os dois em falta e programar 2 min na função amassar sem temperatura.

Retirar a massa, esticar com o rolo em cima de papel vegetal e transferir para um tabuleiro grande e acabar de esticar com as mãos até ocupar o tabuleiro todo, deixar 30 min. a descansar tapado com um pano.

Entretanto prepara-se o molho, que não triturei no fim para ficar com uns bocadinhos dos ingredientes a notarem-se.
Eu fiz também na máquina e meti todos os ingredientes no copo, sem o azeite e triturei uns segundos na velocidade 10, juntei o azeite e programei 5 min. temp.100. vel.5.
Sem máquina é só fazer um refogado normal, picar a cebola fininha o tomate e alho e refogadar com  azeite a gosto se não gostar dos pedacinhos triturar com uma varinha.

Cobrir a massa com este molho e com os ingredientes do recheio a gosto, eu meti o que tinha, porque não tinha pensado fazer pizza neste dia e são também os que o pequeno gosta mais.
Fiambre, paio, queijo gouda fatiado, cogumelos, mistura de queijos ralados para finalizar e um fio de azeite.
Ficou muito boa, a massa é saborosa, mas sem o tal fermento ficou fina, vou ter que experimentar com o fermento.

domingo, 24 de maio de 2015

Bolo de laranja, coco e leite condensado cozido

Mais um bolo para uma ocasião especial.

Receitas há muitas, mas cá em casa há uma certa tendência para fazer sempre as mesmas, porque faço normalmente as que mais gostamos e é difícil encontrar uma receita nova que eu ache fantástica, encontro sempre mais do mesmo e para isso faço as minhas que já testei e não me desiludiram.

Por vezes encontro bolos lindíssimos, com decorações magnificas, mas quando vou ver os ingredientes.... parece que falta ali qualquer coisa, ou então leva toneladas de gordura.

Este bolo já anda por aí no blog uma versão muito semelhante, este levou umas alterações, para aumentar o tamanho.

Para o bolo
8 ovos
2 chávenas (250ml) de açúcar
2 chávenas (250ml) de farinha
Sumo de 1 laranja grande
1 colher de chá de fermento

Para a Calda e Cobertura
1 lata de leite de coco 400ml
1 lata de leite condensado cozido
200gr de coco ralado

Separar as claras das gemas e bater em castelo, reservar.

Bater as gemas com o açúcar até ficar um creme esbranquiçado, juntar o sumo da laranja e envolver a farinha com o fermento. Por ultimo envolver as claras.

Levar ao forno a 200º durante 40 min. em tabuleiro untado e polvilhado com farinha.

Entretanto preparar a calda, misturando o leite de coco com o leite condensado.

Retirar o bolo do forno e pica-se todo com um palito, para que ao molhar com a calda ela entre bem no bolo, uma operação demorada, porque tem que absorver a calda toda

Por ultimo polvilhar bem com coco.

Eu cortei e aparei o bolo, para lhe dar um ar mais bonito, por ser para um dia especial, a profissão de fé do meu menino e também porque não tenho um tabuleiro bonito para por bolos grandes e rectangulares, uma falha grave no meu curriculum de boleira :-).

domingo, 10 de maio de 2015

Batidos e mais batidos pela psoriase

Um dia destes a minha amiga Márcia trouxe a novidade que os batidos de fruta com aveia fazem bem á psoríase e como esse é um tema que me interessa, porque o marido tem e é uma doença um bocado rebelde e resistente aos tratamentos resolvi experimentar, ainda que ele seja um bocado céptico quanto a tratamentos e resultados milagrosos, compra muita coisa que deixa de lado sem testar bem até ao fim, seja produtos naturais, seja produtos caríssimos de farmácia....

Bem mas quem tem saberá o que passa ou já passou e das dificuldades que tem, porque a doença é um pouco massacrante quer a nível físico quer psicológico, porque a parte estética quer a gente queira ou não conta muito para o nosso bem estar emocional.

Resolvi assim testar os batidos com aveia, porque é uma coisa fácil, não custa nada, porque fruta e leite temos sempre, só faltava mesmo a aveia, a solução está em casa e até é uma coisa saudável e saborosa para todos e assim temos andado a batidos desde há duas semanas ou mais, começámos os dois e agora o pequeno também já pede e gosta.

Os ingredientes de base são sempre o leite e a  aveia, ponho 2 colheres de sopa bem cheias para 2 copos.

A fruta tem sido na sua maioria a da época e os morangos tem sido Reis. 

Morango e banana

Morango e banana com canela

Banana e quivi com canela

Há dias a Márcia perguntou-me como está a correr e se já se notam melhoras.
Resposta do marido - diz á Márcia que não estou pior, mas nas mãos até me parece que está um pouco melhor, não sei se é da vontade que resulte.

Se não resultar é um pequeno almoço beom e saudável


domingo, 3 de maio de 2015

Bolo de chocolate e baunilha com morangos e chantily

Dia da mãe, não há nada melhor que nem nos lembrarmos disso e sermos acordadas com um "feliz dia mamã" e na mãozinha uma prendinha feita no atl.
Para comemorar trago um bolinho, que não foi feito para hoje, mas que fica muito bem em qualquer festa.

Bem simples na execução, com um toque na decoração, ficou excelente.
Não sei se foi da baunilha, mas ficou com um toque especial, o sabor ficou maravilhoso.
Eu usei mesmo baunilha em pó, mas na sua falta pode-se usar raspas de uma vagem ou açúcar baunilhado, também deve fazer o mesmo efeito.

Chocolate e morangos a combinação perfeita e o pequeno adora os dois.

4 ovos
1,5 chávena de açúcar
2 chávenas de farinha
1 iogurte grego
1/2 copo do iogurte de óleo
1/2 chávena de chocolate em pó
1/2 chávena de água morna
1/2 colher de chá de fermento
1 pitada de baunilha em pó
1 pacote de natas frescas
Morangos q.b.

Ultimamente ando meio preguiçosa para fazer bolos e tenho usado bastante o meu robot de cozinha, mas sem marcar tempos nem velocidades determinadas, ligo na velocidade 5 deixo ligado e vou metendo no copo, pelo buraco pequeno os ingredientes e tem resultado bolinhos bem bons.

Para quem não tem robot, pode fazer mesmo com a batedeira pelo método tradicional de misturar tudo sem regras que dá o mesmo resultado.

Primeiro bater os ovos inteiros com o açúcar, juntar o iogurte, o óleo, o chocolate e a baunilha derretidos na água aquecida e por ultimo a farinha misturada com fermento, sempre a bater.

Levei ao forno a cozer a 200º durante 45 min
Depois de cozido, desenformar e depois de frio cortar ao meio e rechear com morangos fatiados e chantily.
Tapar com a outra metade do bolo e decorar com o restante chantily e morangos e raspas de chocolate negro.

Nota: A baunilha que usei foi em pó, um frasquinho que veio da Noruega há algum tempo, pode-se utilizar raspa de uma vagem.
Feliz dia da Mãe, para todas as mães do mundo